TEMA: O Trabalho na Construção da Dignidade Humana - ENEM 2010

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

TEMA: O Trabalho na Construção da Dignidade Humana - ENEM 2010

Mensagem por Ediane em Seg Ago 01, 2016 10:55 am

Escravidão X Dignidade Humana

Desde a Revolução Industrial na Inglaterra entre o século XVIII e XIX as pessoas passaram a ter mais oportunidades de emprego, pois os postos de trabalho aumentaram com o surgimento das fábricas. E para aqueles que desejavam a ascensão social o trabalho nas grandes indústrias passou a fazer parte do cotidiano do indivíduo ganhando a sua dignidade. Mas, infelizmente nota-se que na atualidade cerca de 45 milhões vivem na escravidão em todo o mundo.

Com o avanço da globalização muitas profissões ganharam o seu valor, novos movimentos propõem práticas sustentáveis e a inclusão da mulher no mercado de trabalho. Há porém, aquelas pessoas que, sem ter escolhas, aceitam qualquer trabalho como forma de sobrevivência, submetendo- se, assim, à desvalorização da sua humanidade. De acordo com o relatório Índice de Escravidão Global 2016, o Brasil tem cerca de 160 mil pessoas submetidas à escravidão moderna, isto é, quando a pessoa é submissa ao outro, passando por situações precárias e degradantes, dessa forma sendo alvos de preconceitos e descriminações.

O trabalho é essencial para a construção da dignidade humana. Dessa forma, valores e direitos de cada indivíduo da sociedade devem ser preservados. Na História à países que lutaram pela construção da atual democracia, como os revolucionários franceses com o seu lema “Liberdade, Igualdade e Fraternidade”, com direitos iguais, na liberdade de ir e vir, justiça, paz e no desenvolvimento social. Infelizmente em pleno século XXI, com os resquícios da mentalidade escravista muitas pessoas estão sendo imunes de seus direitos morais e sociais e a sua dignidade sendo desvalorizada.

Portanto, medidas devem ser tomadas para que a escravidão moderna seja combatida, cabe ao governo criar órgãos que fiscalizem melhor as condições que o trabalhador é submetido. Além de investir em educação, buscando, assim, erradicar a miséria e a existência do trabalho desumano. E a mídia deve noticiar casos de exploração ao trabalhador, para que, assim, a população se sensibilize e procure denunciar, aos órgãos governamentais locais, esse tipo de situação degradante. Para que assim o trabalho seja o único meio de se garantir a dignidade humana.

Ediane
Aprendiz
Aprendiz

Mensagens : 16
Pontos : 46
Data de inscrição : 20/03/2016

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: TEMA: O Trabalho na Construção da Dignidade Humana - ENEM 2010

Mensagem por Francis Bacon em Sex Ago 26, 2016 4:45 am

Escravidão X Dignidade Humana

Desde a Revolução Industrial na Inglaterra[,] entre o século XVIII e XIX[,] as pessoas passaram a ter mais oportunidades de emprego, pois os postos de trabalho aumentaram com o surgimento das fábricas. E[,] para aqueles que desejavam a ascensão social[,] o trabalho nas grandes indústrias passou a fazer parte do cotidiano do indivíduo[,] ganhando a sua dignidade. Mas, na atualidade[,] infelizmente[,] nota-se que cerca de 45 milhões[de que?] vivem na escravidão em todo o mundo.

Com o avanço da globalização muitas profissões ganharam o seu valor, novos movimentos propõem práticas sustentáveis e a inclusão da mulher no mercado de trabalho. [trecho desconexo][,] porém, aquelas pessoas que sem [terem] escolhas, aceitam acabam aceitando qualquer trabalho como forma de sobrevivência, submetendo-se assim à desvalorização de suas humanidades. De acordo com o relatório Índice de Escravidão Global 2016, o Brasil tem cerca de 160 mil pessoas submetidas à escravidão moderna, isto é, quando a pessoa é submissa ao outro, passando por situações precárias e degradantes, dessa forma sendo alvos de preconceitos e descriminações.[trecho prolixo]

O trabalho é essencial para a construção da dignidade humana.[poderia ter aproveitado para adicionar algum pensador como argumento dessa lógica] Dessa forma, valores e direitos de cada indivíduo da sociedade devem ser preservados. Na História países que lutaram pela construção da atual democracia, como os revolucionários franceses e o seu lema “Liberdade, Igualdade e Fraternidade”, com direitos iguais, na liberdade de ir e vir, justiça, paz e no desenvolvimento social. Infelizmente em pleno século XXI, com os resquícios da mentalidade escravista muitas pessoas estão sendo imunes de seus direitos morais e sociais e a sua dignidade sendo desvalorizada.[parágrafo prolixo e repetitivo]

Portanto, medidas devem ser tomadas para que a escravidão moderna seja combatida, cabe ao governo[qual?] criar órgãos que fiscalizem melhor as condições que [nas quais] o trabalhador é submetido[,] além de investir em educação, buscando, assim, erradicar a miséria e a existência do trabalho desumano. E[,] a mídia deve noticiar casos de exploração ao trabalhador, para que, assim, a população se sensibilize e procure denunciar, aos órgãos governamentais locais, esse tipo de situação degradante. Para que assim o trabalho seja o único meio de se garantir a dignidade humana.

Considerações finais: []

  • Geral: [procure elaborar os parágrafos com a sequência: tópico frasal, exemplo, explicação e a conclusão reafirmando o tópico frasal.]
  • Introdução:
  • Desenvolvimento:
  • Conclusão:

*Lembre-se de que a quebra de linha entre os parágrafos, presente nesse fórum, é somente para facilitar a leitura do texto. No ENEM, a paragrafação deverá ser feita sem quebra de linha, apenas com o espaçamento no início de cada parágrafo.*

Nota:
 
I80O participante demonstra domínio mediano da norma-padrão, apresentando grande quantidade de desvios gramaticais e de convenções da escrita graves ou gravíssimos, além de presença de marcas de oralidade. Assim, há certos desvios graves que ocorrem em várias partes do texto, revelando que muitos aspectos importantes da norma-padrão ainda não foram incorporados aos seus hábitos linguísticos. O participante que realizar muitos desvios graves ou gravíssimos, mas não apresentar desestruturação sintática em excesso, receberá essa pontuação.
II80O participante desenvolve de forma mediana o tema, apresentando tendência ao tangenciamento. Desenvolve uma argumentação previsível a partir de argumentos do senso comum, de cópias dos textos motivadores, ou apresenta domínio precário do tipo textual dissertativo-argumentativo, com argumentação falha ou texto apenas dissertativo.
III120O participante apresenta informações, fatos, opiniões e argumentos pertinentes ao tema proposto, porém os organiza e relaciona de forma pouco consistente em defesa de seu ponto de vista. As informações são aleatórias e desconectadas entre si, embora relacionadas ao tema. O texto revela pouca articulação entre os argumentos, que não são convincentes para defender a opinião do autor.
IV120O participante articula as partes do texto, porém com algumas inadequações na utilização dos recursos coesivos. A redação enquadrada neste nível poderá conter eventuais desvios, como: frases fragmentadas que comprometam a estrutura lógico- gramatical; sequência justaposta de ideias sem encaixamentos sintáticos; ausência de paragrafação; frase com apenas oração subordinada, sem oração principal. Poderá conter ainda desvios de menor gravidade: emprego equivocado do conector; emprego do pronome relativo sem a preposição, quando obrigatória; repetição desnecessária de palavras ou substituição inadequada sem se valer dos recursos de substituição oferecidos pela língua. Esta pontuação deve ser atribuída ao participante que demonstrar domínio regular dos recursos coesivos.
V120O participante elabora proposta de intervenção relacionada ao tema, mas pouco articulada à discussão desenvolvida no texto.

_________________
avatar
Francis Bacon
Corretor
Corretor

Mensagens : 675
Pontos : 805
Data de inscrição : 13/02/2016

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum