TEMA: O grupo fortalece o indivíduo?

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

TEMA: O grupo fortalece o indivíduo?

Mensagem por Deza_AndradeF em Seg Abr 04, 2016 5:24 pm

Após um longo período de repressão -compreendido entre 1964 à 1985 na Ditadura Militar- o Brasil vive hoje um período de maior união e busca por direitos comuns a todos. O devido valor à democracia e ao ser humano se expressa cada vez mais no fortalecimento da soberania popular pelas manifestações que visam um todo, porém certos valores por vezes comprometem o real sentido da unidade e se apresentam contraditórios.

No passado, grupos refutantes como as Diretas Já em 1984, responsáveis pela redemocratização do país, as greves operárias do século XX, que lutaram pelo fim dos abusos no meio trabalhista e o próprio exercício da cidadania se sobressaíram por se tornar exemplos de que a união fortalece a integridade do indivíduo e proporciona mudanças no meio social, sendo o principal caminho para o progresso. A contribuição dessas expressões se faz essencial em uma sociedade democrática, na qual é necessário deixar o individualismo para que todos cresçam juntos.

No entanto, muitas manifestações se tornam contrárias à real função que elas desempenham, principalmente quando se trata de uma sociedade com educação defasada: Há uma carência de discussões éticas que proporcionem a reflexão sobre a importância do exercício da cidadania. Por vezes, as pessoas participam de reivindicações sem entender a estrutura político-social em que vivem. Protestos que incitam o ódio, atitudes que denigrem pessoas acerca de sua raça, opção sexual e religião, manipulações morais errôneas sobre assuntos contemporâneos são comumente difundidos e assim como a unidade em prol do bem público, estas também vigoram os adeptos e regressam cada vez mais o poder de ponderação das pessoas.

Dessa forma, é preciso que o governo invista mais em educação, além de motivar a escolarização cada vez mais cedo, buscando manter uma educação com enfoques éticos e morais que incentivem os jovens e as crianças a entender as bases da soberania popular e a importância de ser cidadão. As escolas também devem promover por meio de trabalhos pedagógicos e palestras, às manifestações passadas que contribuíram para a estrutura político-social atual, repudiando toda e qualquer forma de protesto aético. Assim, a população terá mais consciência do seu valor frente à sociedade, tendo em vista os espelhos que as contribuições passadas proporcionaram com atitudes que visam um futuro melhor.

Deza_AndradeF
Aprendiz
Aprendiz

Mensagens : 5
Pontos : 17
Data de inscrição : 25/03/2016

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum