TEMA: Os efeitos da concentração de renda no mundo contemporâneo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

TEMA: Os efeitos da concentração de renda no mundo contemporâneo

Mensagem por LuizFelipeew em Dom Mar 27, 2016 2:38 pm

Desde o final de 1991, com o fim do Mundo bipolar, o capitalismo prevalece como o principal sistema econômico. Diante disso, o surgimento de oligopólios – conjunto de empresas que dominam todo um setor industrial -, tornou-se frequente. Tal domínio, na mão de poucas pessoas, origina uma grande divergência econômica entre a parte mais rica e a mais pobre da sociedade. No Brasil, a ineficiência do Sistema Tributário eleva ainda mais os níveis de desigualdade de capital, educacional e cultural.

Todo o cidadão deve pagar os mesmos impostos? Tamanha problemática, já é discutida a décadas e tem permanecido no papel desde então. Essa demora tem contribuído para aumentar a disparidade econômica entre as classes sociais, uma vez que, a classe baixa fica limitada ao acesso a meios e produtos que não possuem a mesma qualidade dos que os mais ricos podem usufruir. Desse modo, a má atuação do governo nesta área resulta em uma política de monopolização do saber.

Entretanto, é indiscutível que planos para minimizar essa diversidade não estejam sendo criados. Programas do Governo Federal como o Bolsa Família e o Brasil sem Miséria surgiram com o objetivo de dar a oportunidade que faltava para a camada mais pobre do Brasil. Porém, tais iniciativas fraquejam por simplesmente resolverem somente o lado da alimentação e não conseguirem diminuir as diferenças culturais e escolar. Consequentemente, não promovendo uma qualificação destas pessoas para o mercado de trabalho, melhorando então a distribuição de renda nacional.

Fica evidente, portanto, que medidas devem ser tomadas para reduzir essa centralização de capital. O Governo Federal, deve reformular o Sistema tributário, procurando deixa-lo de forma mais justa para todos. Em consonância a isso, deve investir nas escolas públicas com o objetivo de promover um ensino de qualidade para todos, para que mais cidadãos informados possam ter acesso aos seus direitos.

LuizFelipeew
Aprendiz
Aprendiz

Mensagens : 9
Pontos : 25
Data de inscrição : 12/03/2016

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: TEMA: Os efeitos da concentração de renda no mundo contemporâneo

Mensagem por Francis Bacon em Seg Mar 28, 2016 6:42 am

Desde o final de 1991, com o fim do mundo bipolar, o capitalismo prevalece como o principal sistema econômico. Diante disso, o surgimento de oligopólios – conjunto de empresas que dominam todo um setor industrial -, tornou-se frequente. Tal domínio, na mão de poucas pessoas, origina uma grande divergência econômica entre a parte mais rica e a mais pobre da sociedade. [Contudo, ]No Brasil, a ineficiência do Sistema Tributário eleva ainda mais os níveis de desigualdade de capital, educacional e cultural.

Todo o cidadão deve pagar os mesmos impostos? Tamanha problemática, já é discutida a décadas e tem permanecido no papel desde então. Essa demora tem contribuído para aumentar a disparidade econômica entre as classes sociais, uma vez que, a classe baixa fica limitada ao acesso a meios e produtos que não possuem a mesma qualidade dos que os mais ricos podem usufruir. Desse modo, a má atuação do governo nesta área resulta em uma política de monopolização do saber.[Explique melhor, pois até onde se sabe, existem, no Brasil, diversas bibliotecas públicas com pleno acesso a uma alta gama de conteúdo.][não consegui compreender a relação entre o valor do imposto baseado na classe com o acesso à qualidade pela sociedade?]

Entretanto, é indiscutível que planos para minimizar essa diversidade não estejam sendo criados. Programas do Governo Federal como o Bolsa Família e o Brasil sem Miséria surgiram com o objetivo de dar a oportunidade que faltava para a camada mais pobre do Brasil. Porém, tais iniciativas fraquejam por simplesmente resolverem somente o lado da alimentação e não conseguirem diminuir as diferenças culturais e escolar. Consequentemente, não promovendo uma qualificação destas pessoas para o mercado de trabalho, melhorando[1]então a distribuição de renda nacional.

Fica evidente, portanto, que medidas devem ser tomadas para reduzir essa centralização de capital[2]. O Governo Federal, deve reformular o Sistema Tributário, procurando propondo deixá-lo de forma mais justa para todos[todos quem?]. Em consonância a isso, deve investir nas escolas públicas com o objetivo de promover um ensino de qualidade para todos, para que mais cidadãos informados possam ter acesso aos seus direitos.[e como o conhecimento vai mudar essa realidade?][em qual parte do desenvolvimento a falta de conhecimento foi abordada como um dos problemas?]

Considerações finais: []

  • Geral: [1]não promover a qualificação melhora a distribuição? [2]centralização de que capital? O problema é a distribuição do imposto ou a concentração de renda?
  • Introdução:
  • Desenvolvimento:
  • Conclusão:

Nota:
I160O participante demonstra bom domínio da norma padrão, apresentando poucos desvios gramaticais leves e de convenções da escrita. Assim, o mesmo desvio não ocorre em várias partes do texto, o que revela que as exigências da norma padrão foram incorporadas aos seus hábitos linguísticos e os desvios foram eventuais. Desvios mais graves, como a ausência de concordância verbal ou nominal, não impedem que a redação receba essa pontuação, desde que não se repitam regularmente no texto. Assim, o participante que realizar poucos desvios leves ou pouquíssimos desvios graves pode receber essa pontuação.
II160O participante desenvolve bem o tema, mas não explora os seus aspectos principais. Desenvolve uma argumentação consistente e apresenta bom domínio do tipo textual dissertativo-argumentativo, mas não apresenta argumentos bem desenvolvidos. Os argumentos defendidos não ficam restritos à reprodução das ideias contidas nos textos motivadores nem a questões do senso comum.
III120O participante apresenta informações, fatos, opiniões e argumentos pertinentes ao tema proposto, porém os organiza e relaciona de forma pouco consistente em defesa de seu ponto de vista. As informações são aleatórias e desconectadas entre si, embora relacionadas ao tema. O texto revela pouca articulação entre os argumentos, que não são convincentes para defender a opinião do autor.
IV160O participante articula as partes do texto, com poucas inadequações na utilização de recursos coesivos. A redação enquadrada neste nível não poderá conter: frases fragmentadas que comprometam a estrutura lógico-gramatical; sequência justaposta de ideias sem encaixamentos sintáticos; ausência de paragrafação; frase com apenas oração subordinada, sem oração principal. Poderá, no entanto, conter alguns desvios de menor gravidade: emprego equivocado do conector; emprego do pronome relativo sem a preposição, quando obrigatória; repetição desnecessária de palavras ou substituição inadequada sem se valer dos recursos de substituição oferecidos pela língua. Esta pontuação deve ser atribuída ao participante que demonstrar domínio dos recursos coesivos
V120O participante elabora proposta de intervenção relacionada ao tema, mas pouco articulada à discussão desenvolvida no texto.
avatar
Francis Bacon
Corretor
Corretor

Mensagens : 675
Pontos : 805
Data de inscrição : 13/02/2016

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum