TEMA: A persistência da violência contra a mulher

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

TEMA: A persistência da violência contra a mulher

Mensagem por weldner12 em Dom Out 01, 2017 12:13 pm

Desde a Grécia antiga, a mulher recebeu um papel fixo na sociedade - o de submissão e reprodução, conceito que, após repetido por toda a história, enraizou-se nos valores da sociedade. Nesse contexto, quando a fêmea humana tenta dissociar-se desse rótulo, ataques se iniciam; esses , que se expressam nos 237 mil casos de violência denunciados segundo a Secretaria de Políticas para as Mulheres. É necessário, portanto, atentar-se aos fatores que contribuem para a persistência dessas agressões - as ineficazes leis vigentes e a ideologia patriarcal que domina a sociedade.

As formas de proteção à mulher não garantem sua segurança. Isso ocorre, segundo Montesquieu, porque a maioria das leis são importadas e implantadas sem a devida reflexão sobre sua eficácia, deixando inúmeras brechas que são abusadas com facilidade. Sendo assim, além de representarem uma pequena porcentagem dos casos de violência, as queixas podem ser retiradas, o que acontece com frequência em relacionamentos abusivos, uma vez que a mulher é ameaçada. Logo, as leis oferecem somente uma ilusão de segurança.

Ademais, o patriarcado contribui para o acometimento moral contra as mulheres, desmerecendo seu valor e omitindo suas reivindicações. Isso acontece porque, num cenário dominado por homens, as construções sociais falam mais alto. Assim, a famosa frase - "Lugar de mulher é na cozinha", entre muitas outras, é um dos argumentos preconceituosos que, em pleno século XXI, recebem mais atenção que os esforços delas para a garantia de seus direitos. Nesse sentido, a sociedade machista silencia a voz feminina na luta por igualdade e segurança.

É notório, portanto, que a violência contra a mulher persiste por conta de leis sem abrangência e por esterótipos formados há séculos. Dessa maneira, órgãos públicos e a sociedade devem mobilizar-se para a efetivação da segurança. O governo deve aumentar a eficácia da proteção. Isso pode ser feito pela criação de unidades de pronto atendimento que podem ser acionadas por aplicativos em dispositivos móveis na ocorrência de acometimentos, oferecendo socorro imediato. Além disso, as punições contra agressores devem ser mais rígidas e o número de unidades policiais deve ser aumentado nos bairros. Ademais, é necessário que, com ajuda do governo, os pais eduquem os menores à valorização da mulher. Isso pode ser realizado através da criação de programas em que o jovem seja conduzido, pelos pais e psicólogos, a refletir sobre a importância da mulher na história da humanidade, revelando suas descobertas científicas e lutas contra a opressão. Dessa forma, a sociedade será um ambiente mais seguro e propício à evolução.

weldner12
Aprendiz
Aprendiz

Mensagens : 18
Pontos : 44
Data de inscrição : 30/04/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: TEMA: A persistência da violência contra a mulher

Mensagem por Francis Bacon em Sex Out 13, 2017 7:49 pm

*Redação com problemas*

Possíveis causas:

  1. Envio de várias redações sem esperar a correção da primeira ou com uma correção já em andamento.
  2. Gênero textual fora do padrão ENEM (dissertativo-argumentativo).
  3. Repetição exagerada de erros no texto: vírgulas sem espaço, pontuação errada etc.
  4. Falha na diagramação.
  5. Texto digitalizado.

Consulte as regras para mais informações:

http://redacaonota1000.forum-livre.com/t65-regras-e-novo-aqui-quer-enviar-sua-redacao-seu-topico-sumiu-esta-na-lixeira-leia-este-topico

_________________
avatar
Francis Bacon
Corretor
Corretor

Mensagens : 872
Pontos : 1010
Data de inscrição : 13/02/2016

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum