TEMA: O lixo que temos e o destino que queremos.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

TEMA: O lixo que temos e o destino que queremos.

Mensagem por Ingrid Gleice em Qui Jul 27, 2017 5:08 pm

Afinal o que é lixo? Este termo pode ser definido e dividido em duas partes, aquilo que é resíduo (o que pode ser reaproveitado, garrafas pets, cascas de frutas, entre outros) e rejeito (é o tipo de resíduo que não pode ser aproveitado, como papel higiênico sujo, resíduos de curtume, etc.). O lixo descartado é constituído em sua maior parte de resíduos, alguns  podem dizer que não sabem como aproveita-los, porém separar o que é resíduo e rejeito qualquer um pode fazer. Entretanto isto não depende apenas da sociedade, mas também do Governo que é responsável em construir locais para a destinação correta.

No Brasil, sabe-se que toneladas de resíduos sólidos são encaminhados aos "aterros sanitários", está entre aspas, pois poucos são aterros de fato, quase todos são lixões, e o que prevalece dentre todo aquele lixo, são os resíduos. O descaso com o meio ambiente está ai, se descartado um material reciclável as fábricas que os produzem irão recorrer as novas matérias-primas, por outro lado, esses resíduos ocupam espaço e degradam o solo, pois ele não está devidamente protegido nos lixões. Sem contar que catadores que trabalham para cooperativas de materiais recicláveis estão ali continuamente a procura deles, e expostos a riscos de morte, pela contaminação de lixos que não poderiam estar ali e também no risco de serem mortas pelas máquinas que ali operam.

O problema não está somente em uma sociedade e na sua má educação, o Governo é responsável por não transmitir desde o princípio quanto ao que deve ser destinado aos aterros ou não, sendo também responsável pela construção de locais apropriados aos resíduos e aos rejeitos. O investimento para a apropriação de lixões ainda é pouco, muitos estados não dão a importância devida a isso, sendo que isso interfere diretamente no bem estar de toda a sociedade. Matéria orgânica, materiais radioativos produzem certas substâncias ao passar do tempo que acabam indo para o lençol freático e a então contaminação destes.

Infelizmente o brasileiro acaba se importando com os impactos negativos, quando é diretamente atingido, caso contrário, empurra com a "barriga". Os incentivos devem partir primeiramente através da educação e conscientização principalmente das crianças, quanto ao uso e descarte de qualquer material. O dinheiro arrecadado pelo Governo deve buscar criar locais e incentivar as empresas aos " 3 R's " tão importantes ao meio ambiente quanto a destino dos resíduos e mudar os lixões em aterros sanitários, o que leva tempo e dinheiro, contudo, o investimento feito na apropriação daquele local terá sido menor em relação aos reparos que terão que ser feitos para a recuperação daquela área.

Ingrid Gleice
Aprendiz
Aprendiz

Mensagens : 1
Pontos : 3
Data de inscrição : 27/07/2017
Idade : 18

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: TEMA: O lixo que temos e o destino que queremos.

Mensagem por Francis Bacon em Ter Set 19, 2017 10:05 pm

*Redação em processo de correção*
Não se esqueça de checar a sua caixa de mensagens, pois o conteúdo dela é de extrema importância para o funcionamento do fórum!
Obrigado,
Equipe Redação Nota 1000.

_________________
avatar
Francis Bacon
Corretor
Corretor

Mensagens : 768
Pontos : 904
Data de inscrição : 13/02/2016

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum