TEMA: A questão do lixo na sociedade brasileira

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

TEMA: A questão do lixo na sociedade brasileira

Mensagem por matheusvitorino em Sab Jul 08, 2017 5:00 am

De acordo com Isaac Newton, para toda ação existe uma reação de igual intensidade. Nesse viés, observa-se que as ações antrópicas do mundo globalizado, se encaixam na teoria do físico, uma vez que culminaram na incidência de doenças e na ocorrência frequente de desastres ambientais. Desse modo, a questão do lixo no Brasil deve ser encarada com mais seriedade; sendo sua má gestão, a consonância de um governo inobservante as problemáticas sociais e uma nação irresponsável ao extremo.
          Primordialmente, é preciso analisar o impacto das revoluções industriais na esfera da geração de resíduos. Com o advento da industrialização, difundia-se nos centros urbanos a ideia doentia de que a felicidade estava atrelada ao consumo. Dessa forma, a produção crescia de maneira exponencial. Os inúmeros reflexos negativos atuais demonstram a ausência de políticas públicas eficazes, no que tange ao destino do que era produzido.
          Sob essa conjectura, tornou-se banal o despejo de lixo em locais inadequados. A população negligencia os dados incalculáveis que tais ações ocasionam. Além disso, os países tem os lixões a céu aberto como o principal depósito de lixo. O fator preocupante é que, essa alternativa antiquada, é extremamente nociva aos indivíduos e ao meio ambiente.
          Outrossim, o descarte irregular do lixo atrelada a intensa devastação das áreas verdes favorece a formação de enchentes e a contaminação do solo. Nesse contexto, a biodiversidade é afetada, e o número de doenças aumenta consideravelmente. Essas epidemias atuam como uma erva daninha para o precário Sistema Único de Saúde do país. Porém, embora caótica, essa situação é mutável.
          Somente a reeducação da sociedade civil associada a ações pertinentes do Estado, atenuarão o impasse. Convém, portanto, que, precipuamente, o individuo adquira uma visão mais crítica, e busque moldar costumes errôneos. Nesse âmbito, a escola deve incentivar o hábito da leitura, pois a formação de uma sociedade leitora, indubitavelmente, põe fim a práticas incivis. Ainda, o Governo Estadual pode - novamente- lançar prazos para que os municípios fechem os perigosos lixões, o não cumprimento dessa determinação, deve ser punida de forma severa. Posteriormente as determinações, é preciso, por último, o investimento - no mínimo - nas capitais brasileiras, em centros de compostagem, esses são responsáveis por gerar energia e ampliar a atividade de reciclagem.

matheusvitorino
Aprendiz
Aprendiz

Mensagens : 1
Pontos : 3
Data de inscrição : 08/07/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum